Vinho & Você, por Bianca Dumas

Abaixo vocês lerão uma resenha maravilhosa e sincera da querida Bianca Dumas que, além de me representar num evento, saca tudo de vinho para falar com muito mais propriedade do que o meu velho “desce bem redondo”.

Trata-se da primeira de uma série de colaborações que virão pela frente, pelas mãos de amigos e leitores que gostam tanto de comer e beber quanto eu, mas dispõem de mais tempo e mais pâncreas . 🙂

Nos últimos dias 20 e 21, o Taguatinga Shopping promoveu a edição do 3º Festival Vinhos & Você. Eu sabia que o festival ocorreria, mas que era fechado para convidados. Então, mesmo gostando muito desse tipo de evento, não estava planejando ir.

No entanto, no meio da sexta de tarde, eis que surge o convite da amiga Lulu Peters, do delicioso blog O Melhor e o Pior de BSB, para comparecer ao festival. Assim, cá estou eu escrevendo essa resenha sobre o que teve, sobre os melhores vinhos e os stands que estavam por lá.

A proposta do Taguatinga Shopping é expandir o lado gourmet deles, tanto que inauguraram o novo espaço Oficina Gourmet, reservado para degustações, cursos, oficinas, workshops relacionados à gastronomia. Partindo desse princípio, foi realizado, na Praça Central do Shopping, o Vinhos & Você, um evento de degustação de dezenas de rótulos de vinhos e espumantes nacionais e importados.

Quando cheguei, percebi que se tratava de um evento de pequeno porte, já que consistia em quatro expositores de vinhos: Estação dos Vinhos, Due Vinhos e Espumantes, Prime Vinho &Cultura e Lídio Carraro Vinícola Boutique.

Das comidinhas, estavam presentes a Dona Osmá e Produtos Gourmet, Renata Mandelli Art& Food e Antonello Monardo Caffé Espresso.

 

Assim foi fácil escolher por onde começar. Fui direto para os brancos e rosés chilenos da linha Love, da Prime Vinhos e produzidos pela Viña Marty. Destaco aqui o Rosé, feito com Syrah e Cabernet Sauvignon. Com uma cor bem clarinha que me lembrou os vinhos de Provence. Super refrescante, um aroma frutado e na boca é tão macio que dá vontade de beber a tarde toda. Simples e delicioso. A garrafa pequena estava saindo a R$ 30 e a grande a R$ 60.

love

Dentre os vinhos tintos, o que mais me chamou a atenção foi o Casa Perini Solidário. Primeiro pela sua proposta, que dedica parte da renda por garrafa vendida para doação direta para a Federação Brasileira de Hemofilia e ao Instituto da Mama do Rio Grande do Sul. Esse é um blend de Cabernet Sauvignon e Merlot, safra 2014, bem agradável no aroma e boca, com taninos e acidez bem equilibrados. Um vinho honesto, sem defeitos e ótimo para o dia a dia. Infelizmente ele estava sendo vendido somente em um kit com mais dois vinhos e eu não pude comprá-lo separadamente. Mas o valor dele unitário é R$ 38,75 no site da Casa Perini.

perini

Da Lídio Carraro, gostei do Faces Rosé, feito de Pinot Noir. Para quem não sabe, a Lídio Carraro tem um estilo purista para a produção dos seus vinhos, sem a utilização de barricas, com o mínimo de intervenção e o máximo respeito à expressão da tipicidade da uva e do terroir. O Faces Rosé estava a um preço mais camarada que o Love, R$ 36 a garrafa grande, e também é um vinho despretensioso para se beber em um final de tarde com os amigos. Vale lembrar que a Lídio Carraro foi escolhida para produzir vinhos e espumantes exclusivos com a marca das Olimpíadas Rio 2016 e que o Faces é um desses exemplares.

fj

Sobre as comidinhas, os produtos e o atendimento da Dona Osmá merecem toda a atenção! Não conhecia as mostardas e me apaixonei. Eles foram tão fofos que me deixaram experimentar quase todos os produtos. Não resisti e levei a mostarda com ervas e o azeite de limão siciliano e gengibre.

mostarda

A maioria dos vinhos apresentados não tinha grande complexidade de aromas e sabores, mas eram agradáveis e com preços acessíveis. Senti falta de vinhos um pouco mais elaborados pois seria uma excelente oportunidade de divulgação para os consumidores de Taguatinga e Águas Claras, que nem sempre contam com eventos como esses realizados próximos às suas residências. Também chamou minha atenção a ausência dos espumantes! Gente, que triste isso… espumante é vida! Mas enfim, vi somente um Casa Perini e mesmo assim, me parece que acabou rápido. Não sei se foi diferente no sábado, mas no dia que fui, faltaram espumantes.

Tem mais uma coisa que poderia ter sido melhor: as taças. Quando chegamos, nos disseram que poderíamos escolher somente uma taça dentre duas opções: flute, para espumante e a de vinho tinto/branco. Não poderíamos trocar e nem pegar duas. Mas elas eram de acrílico. Então não vi sentido nessa restrição. Além disso, por não ter encontrado os espumantes, a taça flute perdeu a utilidade.

De qualquer forma, ficam aí algumas dicas para as próximas edições do evento, que eu espero que continue acontecendo. Agora é aguardar o Decanter Wine Day que acontecerá no dia 3/6/16 e o Brinda Brasil, nos dias 7 e 8/6/16 – agora sim como muito espumante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *