VILA TEVERE – HOMENAGEM A MULHERES JORNALISTAS

Depois de finalmente perceber o desprezo que certas jornalistas e, particularmente, colunistas gastronômicas sentem por blogueiros de culinária em geral, confesso que fiquei super receosa em aceitar os poucos convites que recebo, seja para conhecer uma casa nova, seja para participar de um evento em uma casa tradicional.

Quando fui gentilmente chamada para a homenagem anualmente preparada pela Chef Suzana Leste, do Vila Tevere, para jornalistas, fotógrafas, apresentadoras e colunistas mulheres de Brasília, fiquei lisonjeada. E, apesar de quase perder o evento por conta de trabalhos e engarrafamentos, decidi comparecer de queixo erguido e preparada para responder a constante pergunta “de que veículo você é?”, com um sonoro “sou do Melhor e o Pior de Bsb, tudo bem?”.

No final das contas, meu receio foi injustificado. Quanto mais chique, bem vestida, rica e popular a jornalista que conhecia, mais simpática foi comigo. Tudo bem que, para sempre, terei uma mágoa da Bernardete Alves, da revista Exito e do programa Brasília na TV – uma pessoa super dedicada ao trabalho, e ‘queridice’ em pessoa – por me forçar, na marra, a dar um depoimento “para mim, Brasília é…” estando mega desarrumada, despenteada, cansada e sem nenhuma maquiagem.

O cardápio foi incrível, como já podem ter visto na nossa fanpage (http://www.facebook.com/melhorpiorbsb). A entrada, uma mousse verde, com folhas e pesto de rúcula e alho, estava divina. Para uma gulosa como eu, teria comido umas duas ou três, ainda mais por ser tão leve e saborosa. Mas estava em meio a grandes personalidades jornalísticas, do Correio, Jornal de Brasília e Jornal Comunidade. Tive que segurar a onda.

O segundo prato era um sorrentini, um tipo de ravioli bem grandinho, arrendondado, com massa de espinafre, recheado de cordeiro, com um molho mais encorpado, aveludado mesmo, com shitake e um toque de hortelã. Maravilhoso! Pensem num prato, como disse, rico, bem saboroso, mas que fica leve no estômago, sem encher demais.

O prato seguinte, bacalhau gratinado com batata, creme e queijo, e risoto de açafrão já foi bem mais pesadinho. Não sei se foi porque os dois pratos anteriores conseguiram me satisfazer, mas achei o bacalhau um pouquinho rico demais. O risoto, por sua vez, impecável, ao ponto mais ‘estruturado’, como diz a Anna Cláudia, porém saborosíssimo.

Por fim, a sobremesa que me encantou, justamente por eu não ser a maior fã de doces: duo de cream cheese com doce de leite e frutas vermelhas. Combinação perfeita de cremosidade, doce, um ‘corte’ do queijo, e a acidez das frutas. Excelente.

Todos os pratos estão no cardápio da casa, mas não consegui ver os preços, galera, foi mal. Mas ainda acho que vale arriscar um deles num dia comum!

Ah, saí levando, ainda, macarons de uma doceria nova, chamada Pingo de Leite na 413 Sul, que estavam excelentes!

  • NOTA DO BLOG: SHOW!
  • DICA DO BLOG: certamente a mousse de entrada e o sorrentini. O picadinho, pra mim, continua divino e naquela varanda ‘toscana’ podem me servir calabresa com cebola que eu vou curtir!
  • SERVIÇO: CLS 115, bloco A, telefone 3345-5513.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *