Páprica Polêmica

Quando me falaram do Páprica, já chegaram dizendo que era marketing e que o hambúrguer não era nada demais. Como eu ainda sou do tipo que “esbarra” nos lugares ao invés de seguir a listinha de inaugurações – meu objetivo de gente grande, um dia – ainda levei um tempão para descobrir que o Páprica era aquele container de ferro dentro de um posto de gasolina na altura da 204 norte e sobre o qual todo mundo já tinha lido.

Finalmente fui ao local, mas cometi um erro amador. Me achando a sagaz em evitar parar no posto lotado ou pagar o manobrista, parei lá na Delegacia da Criança e do Adolescente. Como eram 18h e estava com duas crianças, levei “só” uns 40 minutos para atravessar os eixinhos na ida e mais 01h40 para a volta.

Hipérboles à parte, eu confesso que fiquei impressionada com o que arquitetos, decoradores e outros profissionais são capazes de fazer com um container sem graça. É até meio humilhante para a minha casa lambisgóia ver como lâmpadas retrô penduradas no teto, vidro e mesas de madeira podem me fazer querer morar numa hamburgueria ao invés do meu apê.

A logística me impressionou. Achei o epítome do fast food, só com mais charme e melhor comida. Entra na fila, pede, paga, espera um pouco, pega seu pedido, come e tchau para tudo descartável. É claro que o meio ambiente não agradece, mas tá difícil escolher entre entupir o mundo de plástico ou acabar com a água dele lavando louça.

ENFIM. Eu achei os sanduíches muito saborosos. Achei os ingredientes bons, a baby rúcula, a harmonização de sabores e a apresentação de tudo ganhou ainda mais pontos, apesar de ter achado o milk shake de chocolate super sem gracinha. Apesar da experiência positiva, e talvez por conta da questão do estacionamento, fiquei mais um tempão sem ir lá. Até lembrar que inaugurou uma nova loja no Setor Hoteleiro Sul! Sem problema de estacionamento ou travessia de crianças, o novo Páprica fica ao lado do Gran Bittar Hotel, coladinho no eixo monumental. É lindo e charmoso como o container e tem a mesma logística inteligente.

Fiquei até com receio de comer depois que muita gente lá no Facebook falou mal do Páprica, MAS, de novo, achei tudo delicioso. É alta gastronomia? Cara, nem sei mais o que é isso. É hambúrguer, bem feito, gostoso e farto, num lugar super charmoso e descolado. Às vezes, isso é mais que suficiente. 🙂

2 thoughts on “Páprica Polêmica”

  1. E esse pedação lindo de picles no topo do sanduíche (é picles, né?)? Salivei!
    Tem o Geléia, em Águas Claras (Rua 11 Sul, no prédio que dá pra praça que fica na frente da estação Arniqueiras do metrô) com essa mesma proposta: fila pra pedir e pagar, pouca espera, tudo descartável, sanduíches muito corretos (com muuuuuito bacon!) e uma batata frita canoa deliciosa, lembrando batata frita caseira da infância!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *