Nossa Cozinha Bistrô

Cara, o nome desse lugar é perfeito. Porque é isso que o Nossa Cozinha é…nossa.cozinha. É o tipo de lugar que vicia e, não à toa, já até fico receosa de postar mais um texto. Entretanto, a verdade tem que ser dita, e o bistrô mais aconchegante da galera se mantém firme e forte em seu posto, sem esquecer de trazer novidades, é claro.

O Nossa Cozinha carrega uma sutil sofisticação dentro de uma aura despojada. É, tipo, uma comfort food gourmet (deu pra sacar a linha de pensamento meio desconexa?). Assim, sempre que algum leitor me diz que está começando a se interessar por gastronomia, e quer conhecer uma cozinha mais arrojada, mas não traumática (tipo ostra, foie gras e tinta de lula ainda assustam muita gente) , eu digo: vai lá no Bistrô.

Por isso, resolvi fazer um compiladão de tudo que provei por lá para ficar registrado aqui, para a posteridade. rá.

Melhores entradas: eu até gosto bastante dos blinis, mas as empanadas com chutney da casa e as torradas de costelinha barbecue são um pedaço do céu que caiu por aqui, então levam o prêmio.

Melhores pratos: putz, difícil. Risoto de ossobuco com pesto de agrião (R$38,40)?  Um prato para os fortes, pois é beeeem farto. Mas para um dia frio, é como ser abraçado pela comida. Mas o ponto do risoto é um pouco acima do al dente, o tempero é marcante e o ossobuco é desmanchado.

Costelinha barbecue com batatas rústicas mais procurada da cidade? Dispensa todas as apresentações. É costela derretendo, é barbecue, é batata douradinha, então, assim, é para apresentar para os pais e noivar.

Kabab com molho de iogurte e pepino (R$32,00)? Delícia, levinho, ideal para um almoço mais corridinho na semana, porque não pesa. Uma espécie de kafta, com carne prensada e super bem temperada, com o suave e cítrico molho de iogurte, além de tomates assados.

Parrilla de frango ao chimichurri com couscous marroquino (R$34,80)? Surpreendente, afinal, estamos elogiando um frango aqui, pessoas. Não é sempre que isso acontece. Mas o ponto fica perfeito, super suculento, com um chimichurri mais denso.

No mais, dá para ficar provando as alterações do cardápio.

Mas eu ainda não terminei. Aquele Chef Albanese é, devo dizer, um sacana. Porque além de bonitão, faz umas sobremesas que eu – que não sou ultra fã de doce – choro, ajoelho, peço para voltar e peço para casar. As cheesecakes são ótimas, até porque o Chef já morou anos nos Esteites (aliás, AMO essa influência americanizada dos quitutes de lá). PORÉM, a Devil’s Food Cheesecake (R$15,00/fatia), com aquele chocolatão e, ao mesmo tempo, aquela massa aerada, é meu calcanhar de Aquiles. Capaz de eu trocar uma das minhas filhas por uma fatia.

Essa torta, na verdade, está na parte do Empório. Sim, porque não basta engordar no almoço e no jantar. Os caras enfiaram um monte de delícias na lojinha ao lado para gente levar para casa, sem contar a parte de café, no período da tarde, que tem um monte de comidinhas, como o biscuit com salmão defumado curado na casa e a quiche de ricota com espinafre. Mas nada que a gente, furando os olhos e arrancando o nariz, não consiga resistir. 🙂

Fica a dica!

NOTA DO BLOG: Show até o dia em que eu for comparada à Gisele Bündchen.

DICA DO BLOG: comece com a costelinha, passe pelos pratos do jantar, prove o que estiver a fim, e leve o Empório para casa.

Serviço: CLN 402, bloco C, telefone 3326-5207.

 

9 comentários sobre “Nossa Cozinha Bistrô

  1. A comida é realmente saborosa, os preços são justos, o local é agradável e o chef é talentoso. Contudo, o atendimento é tão ruim que eu, familiares e vários amigos estamos desistindo de ir até o bistrô. Os garçons (um em especial) são despreparados e até grosseiros. Depõem contra a casa e desistimulam a visita, já que sabemos que iremos nos estressar com o atendimento. Interessante que, em conversa com outras pessoas, percebi que essa impressão é bastante generalizada. O chef deveria treinar melhor sua equipe ou substituí-los…

    1. Olá, Camila

      Lemos o seu comentário e teríamos enorme prazer em ouví-la melhor a fim de identificarmos o problema.
      Se não for incômodo, gostaríamos de pedir que relatasse melhor sua experiência pelo e-mail nossacozinhabsb@gmail.com
      Já de antemão, informamos que fizemos algumas modificações na equipe e a partir de novembro se dará início um programa de treinamento por empresa especializada.
      Aguardamos seu contato. Até logo!

    2. O legal, Camila, é justamente poder ter um acesso aos proprietários!
      Os clientes precisam aprender a repassar, com a educação, a assertividade e o respeito com os quais você escreveu, para ajudar donos e gerentes a melhorar o serviço.
      Espero que você consiga contribuir com o pessoal de lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *