GENDAI

Adendo

Depois de poucos ajustes, o serviço de rodízio da casa está impecável. Vale muito a pena chegar cedo, pois o local lota meeeesmo. Não dispensem os rolinhos – principalmente o de camarão com cream cheese – e peça uma das novidades, como o shimeji ao molho. O preço atual do rodízio, no dia mais caro (fim de semana, no jantar) é de R$46,50 (R$48,90 ou mais).Um reajuste um pouco mais caridoso, digamos, do que o de outras casas. Estou viciada.

Texto original

Eu confesso que não tinha reparado na invasão japonesa em Brasília, ocorrida nos últimos tempos. Basta entrar no site do Quero Comer para encontrar opções populares, chiques e até obscuras da culinária nipônica. Se bobear, existem hoje mais restaurantes japoneses do que chineses na cidade. E isso é de impressionar!

Como na gravidez fiquei várias vezes com desejo de comer sushi, agora na reta final senti que merecia uma despedida. Até porque sabe-se lá quando poderei sair para curtir uma refeição fora de casa novamente.

Na procura por um buffet bom e com preço razoável, Nina e eu batemos no Sushi Brasil, no Lago Sul. O buffet até que estava bonito e aromático. Mas por R$ 43,90, bate uma dor no peito, pois, por mais quatro reaizinhos, poderíamos ir ao Nippon. O melhor rodízio da cidade, a meu ver.

Fomos para a 402/403 Sul assassinar meu desejo, quando esbarramos na nova casa nipônica na rua: o Gendai. A gigante franquia paulistana, aberta recentemente na cidade, tem fachada suntuosa, o que já nos fez pensar em preços exorbitantes, mas para nossa surpresa, o festival de sushi sai, aos fins de semana e feriados, por R$ 44,50 (e esse é o preço mais alto. Dias de semana, no almoço, o preço bate em 37,90 e no jantar, 41,90. Ainda muito em conta se comparado com outras casas).

O ambiente é ma.ra.vi.lho.so. Decoração chique, clean, mas cheia de detalhes charmosos. Como as próprias louças, por exemplo. Imagino que, à noite, seja uma ótima opção para ir a dois. A recepção calorosa também nos empolgou de cara. Fomos para o segundo andar onde as mesas são menores e já pedimos para o simpático Mário providenciar uma rodada variada de comida, já que a casa fez o sistema de porções servidas à mesa, aos poucos, ao invés daquela triste bancada cheia de comida parada.

Lula e camarão à milanesa com molho teriaki, harumaki de camarão com cream cheese, sashimis de salmão, atum, tilápia e o peixe da estação – o olhete – que de total desconhecido, virou nosso favorito, com coloração rosada e boa textura. Os sashimis foram cortados à perfeição, nem grossos demais nem em forma de carpaccio. Além disso, Hot Roll (hot philadelphia), bostonmaki (camarão com cream cheese e cebolinha), bolinho de peixe, salmão skin, sushi de polvo, tempurá de legumes, enfim, comemos até passar mal.

A casa nos encantou pela combinação do ambiente, atendimento, comida e custo. Estão de parabéns. Uma pena que a bateria da câmera acabou bem na hora! Queria registrar a estética do local e da comida que é linda. E fiquei louca para levar para casa o baú onde trazem a conta!

  • NOTA DO BLOG: SHOW!!! ATÉ QUE ROLA! (o mercado de culinária japonesa cresceu e evoluiu muito em Brasília. Com casas como o Goemon e o New Koto, é muito difícil dar um show…)
  • DICA DO BLOG: a saladinha oriental de polvo (takô su ou sunomomo) é mais adocicada, menos ácida que em outros locais. O rolinho de camarão e cream cheese é de morrer. Peça para ser atendido pelo Mário, ele é simpático, rápido e manja muito bem da comida. O serviço de manobrista, por R$ 5,00, pode ser uma boa, já que a 403 tende a lotar.
  • SERVIÇO: CLS 403, bloco D, loja 10, telefone 3322-6161

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *