Dulce Café

A experiência de comer fora é composta por vários fatores. Quem é que nunca comeu um prato normal, mas voltou à casa por causa do ótimo serviço, ou do ambiente legal? Este último aspecto, aliás, tem entrado na minha lista de preferências com cada vez mais força. E não estou falando só de decoração. Estou falando de quando conseguimos sentir o carinho que os donos têm pela própria casa e como isso reflete no cliente.

DSC_0033

Como sempre, estou partindo da minha experiência subjetiva – pois sempre há casos em que outras pessoas não se sentem necessariamente como eu em um determinado lugar e vice-versa. O Cantucci me passou isso, o Nossa Cozinha Bistrô sempre passa, o Trio Gastronomia, o Inácia Poulet Roti, enfim. Já tem aí uma galera de olho aberto para esse aspecto da experiência.

DSC_0037

Quando fui tomar café da manhã com a e a Anna, lá na QI 09, já gostei de cara do que vi. Um lugar simples, mas com uma vitrine repleta de doces atraentes, um deck de madeira com guarda-sol e uma mesa montadinha. Do tipo de lugar que te convida a ficar da 10:00 às 12:00 tomando café da manhã e batendo muito papo.

DSC_0041

Baguete com gergelim e um croissant maravilhoso, daqueles com a massa ultrafininha e em crocantes camadas, com o miolo bem massudinho, que é trazido direto da França por um distribuidor nacional. Não me pergunte como chega aqui tão fresquinho e se mantém crocante. Muito si-fi para minha cabecinha. Assim como pessoas nascidas nos anos 90 e que já dirigem, podem beber, e compartilham espaços públicos e privados com a minha pessoa. Não aceito. Isso é ficção, certamente.

DSC_0042

Enfim, quem é que resiste um pain au chocolat também super bem feito e um pain au creme brulée sensacional, que conquistou até a Anna Cláudia que não é chegada nessa sobremesa.

DSC_0044

Para acompanhar, suquinho de laranja e capuccino. O suco tava um tiquinho ácido, mas para ser bem sincera, é o suco que menos gosto, peço só para tirar onda de saudável e muito de vez em quando.

O café também é cheio de produtos legais, como copos para chá e chaleiras especiais, além de um batalhão de tortas e sobremesas mais no estilo confeitaria clássica mesmo.

DSC_0046

 

Um leitor me alertou pelo face que a cheesecake deles – que me deixou emocionada quando provei, porque o povo aqui come outra coisa e jura que é cheesecake – é daquelas vendidas no Sams Club, vindas diretamente da Cheesecake Factory (o lugar onde a Penny do Big Bang Theory trabalha). Tá explicado porque era tão fiel às americanas. Ela é uma cheesecake americana! Eu gostei tanto, mas tanto, que por mim podiam ter dispensado o doce de leite argentino que vinha por cima, apesar de ele ser gostoso também.

DSC_0048

 

A casa estava se preparando para o Dia das Mães e o batalhão de cestas de café da manhã que teriam que entregar, e lembrei como foi legal essa onda nos anos 90 de todo mundo receber cesta de café da manhã. Espero que volte a ser praxe novamente.

DSC_0050

Mil horas de papo, de fuxicar nas prateleiras do café e perguntar a respeito de produtos depois, fomos embora empanturradas e super felizes, e ainda levei mini tartaletes de morango para minhas pequenas. Super valeu.

nota do blog: show!

dica do blog: croissant e pain au chocolat foram imbatíveis até o fim, mas o pão de creme brulée foi uma surpresa agradabilíssima. Ah, e a cheesecake, certamente.

Serviço: SHIS QI 09, comércio local (ao lado do restaurante Marietta). telefone: 32485274

2 comentários sobre “Dulce Café

    1. Cara, é isso mesmo. O Sams Club tem essas tortas – cheesecakes mesmo – e que aparentemente, na verdade, declaradamente, são importadas e trazidas diretamente da Cheesecake Factory dos EUA! Elogios eu já ouvi aos montes, mas nunca pensei que pudesse ser tão boa mesmo vindo de tão longe! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *