Camarão 206

Este foi um texto difícil. Além de ter um sentimento muito nostálgico pelo Camarão da 206 Sul (antigo Camarão & Cia), gosto demais do trabalho do Chef Bento Baptista, que já foi responsável pela comida da Forneria Baco – que, não sei porque cargas d’água, fechou com relativamente pouco tempo de funcionamento e já foi um dos meus locais favoritos na cidade, tanto na Asa Sul, quanto no buffet na loja do Park Shopping, onde era possível provar receitas simples, impecavelmente executadas e bem mediterrâneas; uma cozinha que eu amo de paixão.

DSC_0062

Então vamos lá: a casa precisa de reparos e um bom investimento. O que se gasta para fazer um ambiente moderno – entre arquiteto, material e mão de obra – no Brasil, não é brincadeira. Sei que já foi realizada uma reforma por lá, mas o acabamento ainda não ficou legal; parece que parou no meio do caminho, o banheiro deixa a desejar, e – com todo respeito ao artista – os quadros lá expostos, não têm nada a ver com o perfil da casa.

O buffet é legal, com opções de saladas, paella, salmão grelhado, farofa, camarão ao molho, entre vários outros pratos, mas eu acho que queria a mão do Chef por ali. Algo mais mediterrâneo, com um pouco mais de estilo. Sei lá, uma cara mais original, sabem? Opinião estritamente pessoal.

DSC_0063

O camarão ao alho e óleo, porém,  vale praticamente o preço do buffet. Grande, delicioso, parrudíssimo, fresco, num ponto perfeito e super bem temperado. Considerando, ainda, que não é aquele chinfrim, com gosto de nada e tamanho de crill. É daqueles ‘tipo exportação’, suculento e mais saboroso.

DSC_0060

Além do buffet, mini risoles, risoto de camarão, e um Saint Peter empanado e com alho, que estava maravilhoso, são servidos à mesa  e o atendimento foi bem atencioso. O que falta à casa, portanto, é só um retoque. Uma harmonização entre o ambiente e os pratos, que não são, de nenhuma maneira, ruins, mas que têm apenas toques da excelência do Chef Bento Baptista.

DSC_0059

Em termos de quantidade de comida, e considerando o preço de um bom camarão em Brasília, os R$59,90 para comer à vontade até que valem, principalmente com os descontos dados para duas (R$110,00) e três pessoas (R$150,00), mas passam raspando no quesito “conjunto da obra”, pois falta alguma coisa para garantir aquela experiência gastronômica.

Espero de verdade, que a casa possa deslanchar e alcançar todo o seu potencial.

NOTA: ATÉ QUE ROLA!

DICA: o camarão ao alho e óleo é, realmente, espetacular. Desses que fazem valer o preço do buffet.

Serviço: CLS 206 BL. A. Telefone: 3443-4841

6 thoughts on “Camarão 206”

    1. Ele foi Camarão & Cia durante muito tempo mesmo, e meio que reinava como a maior referência na cidade para comer camarão.
      Mas eu gostava da casa, mesmo naquela época, e espero que a renovada seja benéfica…

  1. Nossa, jura que até que rola ??????????
    Fui com meu marido semana passada (que amaaaaaaaaaaaaaava) o lugar e simplesmente não volto mais!!

    Não sei como é possível conseguir estragar tanto o camarão !!!!!

    Odiamos e olha que ele também tinha esse sentimento nostálgico seu….

    Eu não recomendo!

    1. Miri, mas estragaram o camarão como?? Estava com gosto ruim, ou erraram no ponto, esse tipo de coisa??
      Porque, realmente, quando eu fui, os pratos estavam bons, só não tinham uma tônica mais coesa, tipo a mediterrânea, por exemplo, que eu sugeri, e o camarão ao alho e óleo estava excelente, em ponto perfeito, bem grandão.

      Será que sua visita conseguiu ser catastrófica??:-(

  2. Lulu, ehhehehe…não, não estava estragado, azedo, não…hehehe.. foi força de expressão.

    Digo “estragaram” porque camarão é relativamente simples de se fazer e eles conseguiram deixar ruim.

    Para ser justa, o risoto de camarão servido nas mesas estava bom, mas, o resto, não vale quanto custa.

    1. Ah, tá, que susto!
      Então, mas até isso é estranho mesmo, porque o ponto dos camarões que eu comi estava perfeito, sabe?
      Nada estava mal executado, o problema foi mais que as receitas são anos 90 demais para o meu gosto…
      😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *