Festival Veg pelo Brasil: uns cozinham, outros comem…

Agora que estamos superando aquela fase onde a comida vegetariana se resume ao “prato vegetariano” disponível no estabelecimento, acho muito legal uma iniciativa como esta. Já fui radical em relação ao consumo de carne, mas hoje é inegável pensar no impacto ambiental. É possível ajudar a causa até tirando o consumo de carne durante um dia da semana, então, esse festival pode inspirar muita gente.

Só que essa proposta é bem única. As pessoas vão oferecer a própria casa. Umas vão comer, outras vão cozinhar. Em Bsb, só tem opção de um único prato…

Será que não tem mais gente disposta a disseminar a cultura culinária veg??

🙂

Festival de comida caseira vegana e vegetariana promete ser o maior do país

O Veg Food Week acontece de 12 a 21 de maio em todas as capitais do Brasil


Imagine um mundo onde pessoas comuns que não necessariamente trabalham com comida, abrem as portas de suas casas para receber outros vegetarianos e veganos para almoçar e jantar como se fosse um restaurante. Essa é a proposta do Veg Food Week, um festival de gastronomia brasileira baseada no conceito da economia compartilhada que acontecerá em todas capitais do Brasil.

Para quem gosta de cozinhar é uma oportunidade ímpar de colocar em prática a sua paixão e ter uma renda extra sem sair de casa como anfitrião no site Dinneer, a ferramenta online que realiza o Veg Food Week. O evento é, também, um ótimo pontapé para quem quer começar um negócio gastronômico ou abrir um restaurante, já que não há necessidade de investir dinheiro ou enfrentar toda burocracia de abrir um negócio no Brasil.

O Instituto Ibope conduziu uma pesquisa por dois anos consecutivos, a qual indicou que no Brasil 8% da população se declara vegetariana (2012). Isto corresponde a 16 milhões de vegetarianos, adotando o pressuposto conservador de que esta porcentagem não aumentou.
Já para os adeptos da gastronomia vegana e vegetariana, o festival chega para resolver o grande problema da falta de opção nos restaurantes.

“Ter mais opções de lugares para comer fora é fundamental, já que tenho muita dificuldade em achar restaurantes veganos e vegetarianos na minha cidade. Além da oportunidade de experimentar novos pratos e invenções dos cozinheiros mais criativos” relata Marcos Moraes – Belo Horizonte

 

14878624771476471809lasanha-beringela-abobrinhacopia

A ideia não é ser um restaurante

Segundo a plataforma, para usar o serviço como visitante, basta entrar no site, escolher uma refeição completa dentre as oferecidas, concluir a reserva com base nos preços, pratos oferecidos, número de visitantes e local do jantar.

14878624891476471886sopa2

No dia e hora agendado o anfitrião recebe os visitantes em casa para degustar o banquete completo. O anfitrião deve seguir um padrão de qualidade e atendimento e servir entrada, prato principal, sobremesa e bebidas para todos visitantes.

A equipe do Dinneer acompanha todo processo de pagamento e contato entre os anfitriões e os visitantes. O anfitrião recebe 90% do valor do anúncio após o encontro.

“A proposta de valor é muito diferente de um restaurante, pois o ambiente caseiro e o contato próximo com o anfitrião eleva a experiência para um nível superior. Já no restaurante tradicional o cliente não tem um ambiente exclusivo ou a oportunidade de sentar na mesa para comer com o dono do restaurante. “Diz Flavio Estevam – CEO do Dinneer.

14878624961476472139rolinho

A plataforma já existe há mais de um ano e hoje conta com mais de 4.000 anfitriões em 290 cidades de 42 países, servindo todos tipos de comida, desde comidas regionais do Brasil a comidas típicas de outros países. Não se limitando apenas a comida vegana e vegetariana.

“É uma grande oportunidade para comunidade de veganos e vegetarianos se conhecerem e trocarem experiências gastronômicas e de vida, já que o Dinneer traz a tona o conceito da economia compartilhada, unindo ao redor de uma mesa quem ama cozinhar e do outro lado os famintos por experiências gastronômicas diferentes dos tradicionais restaurantes.
Vale a imaginação e o talento do cozinheiro, que oferece entrada, prato principal e sobremesa e bebidas após se cadastrar como anfitrião. Esperamos que cerca de 12.000 brasileiros tenham experiências gastronômicas incríveis durante o festival” afirma Estevam.

Saiba mais no site do evento: www.vegfoodweek.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *